O projeto Hwĩn Mbê (Óleo de Pequi) é uma iniciativa do povo Kĩsêdjê, residente no Parque Indígena do Xingu, que fica localizado no norte do estado do Mato Grosso. A organização das ações e a administração dos recursos junto aos indígenas são feitas pelo Instituto Socioambiental (ISA), idealizador deste projeto, e tem o Instituto Bacuri como principal patrocinador.

 

Em 2011 e 2012, o óleo foi extraído pelos índios em caráter experimental a partir da compra de equipamentos e da construção de uma pequena fábrica, realizada com a mobilização do povo Kĩsêdjê. Estas primeiras extrações foram importantes para ajustar a produção, desde a colheita do pequi até o envasamento do óleo, e para envolver e capacitar jovens indígenas em todo o processo.

 

Ainda na fase inicial do projeto, as experiências realizadas com base nas técnicas indígenas tradicionais levaram os Kisêdjê e os técnicos do ISA a desenvolverem
um novo método de extração a frio, mais eficiente e que produz um óleo com
maior pureza.

 

Visando a sustentabilidade do projeto a médio prazo, iniciou-se, em 2013, a etapa de prospecção de mercado voltada à comercialização do óleo para empresas de cosméticos e alimentos. O Instituto Bacuri financiou a compra de novos equipamentos destinados a adequar a fábrica ao novo método de extração de óleo, além de possibilitar a torrefação das castanhas de pequi. 

Desde dezembro de 2016, o óleo de pequi também pode ser encontrado no Mercado de Pinheiros, em São Paulo. Assista, abaixo, ao vídeo-convite do lançamento do óleo no Mercado de Pinheiros e entenda um pouco mais sobre o projeto Hwĩn Mbê:

Para saber mais sobre o povo Kisêdjê, clique aqui e acesse o site do ISA. 

conheça também nossos outros projetos:

Processo de fabricação do óleo de pequi.

1/6

Projeto Hwin Mbê (Óleo de Pequi)
(Mato Grosso)